Oferta!

Centro Para Mesa Longo Platina 120 cm

R$ 4.200,00 R$ 3.200,00

Centro Para Mesa Longo Quiabo, é feito com  metais e óxidos provenientes do solo rico de Minas Gerais, o que resulta em uma alquimia inigualável. Assinado por Regina Medeiros.

REF: QU5X-PL Categorias: ,

Centro para mesa longo Quiabo Platina – 120 cm

 Centro para mesa  Longo  Quiabo Platina, é  um produto feito de forma 100% artesanal, assinado pela artista Regina Medeiros.  Objeto diferenciado, marca com classe e estilo seu espaço.

  • Descrição: Centro para mesa longo Quiabo Platina é um objeto em vidro, colorido internamente com adição de metais e óxidos metálicos e queimado em alto forno. Por ser uma peça artesanal, pode apresentar variações na tonalidade.
  • Designer: Regina Medeiros
  • Material: Vidro
  • Cor: Platina.

Dimensões aproximadas: (por ser 100% artesanal dificilmente duas peças têm o mesmo tamanho ou idêntico formato…)

  • Altura:  7 cm
  • Largura: 120 cm
  • Profundidade: 19 cm

Embalagem: Caixa de papelão.

Curiosidades:

  • Você sabia que a paulistana Regina Medeiros iniciou sua trajetória artística com a cerâmica, e não com as suas famosas peças de vidro? Ela é formada em Desenho e Plástica na Faculdade de Artes Plásticas da FAAP, São Paulo, e em Educação Artística na Faculdade de Belas Artes de São Paulo.
  • Regina Medeiros foi morar em Belo Horizonte em 1988 e lá iniciou a sua maior expressão na arte, através do vidro.
  • Diz ela: “Na cerâmica há o processo de vitrificação. Mas nessa etapa, tanto a cerâmica quanto o vidro perdem o que eles têm de melhor. A cerâmica perde sua força, e o vidro, a transparência. Então, sempre tive a vontade de desvincular esses materiais”, explica a artista. Desde então, Regina Medeiros começou a modelar o vidro, mas sem deixar de lado a cerâmica, que ganhou nova função, passando a servir como molde das peças em vidro.
  • Os generosos tamanhos das obras criadas por Regina Medeiros são um dos diferenciais da artista. Mas o grande trunfo de Regina Medeiros é a utilização de metais provenientes do solo rico de Minas Gerais, o que resulta em uma alquimia dos minerais com óxidos, e infinitas possibilidades de texturas e cores aplicadas ao vidro. Há cerca de 20 anos, Regina Medeiros foi pioneira, no Brasil, dessa fusão de materiais no vidro, que, antes, era feita apenas na cerâmica. Um paciente trabalho de pesquisa.