Boneca feita com Cabaça Bapi

R$ 1.600,00

Boneca em Cabaça Bapi, é uma bailarina multicolorida, criada e assinada por Letícia Baptista.

REF: GRB-SIM-CC Categoria:

Boneca feita com Cabaça Bapi

Boneca feita com Cabaça Bapi é uma boneca típica da arte brasileira. Essas bonecas são uma excelente opção de presente para pessoas importantes. Por exemplo: as rainhas da Bélgica e Espanha e também Michele Obama, receberam uma Bapi de presente, ao visitar o Brasil!

  • Descrição: bailarina negra, de trajes muito coloridos, produzida com base de cabaça e pintada e decorada a mão.
  • Designer: Letícia Baptista
  • Material: cabaça, resina.
  • Tamanhos: Pequena, Média, Grande e Extra Grande.
  • Observação importante: Essas bonecas são peças únicas, sendo portanto muito difícil duas iguais, quer seja em tamanho quer em decoração das saias ou turbantes e até mesmo o formato dos corpinhos. O tamanho dessa bailarina da ilustração é o Grande e a bailarina tem 31 cm de altura.

Curiosidades:

  • As cabaças não são comestíveis, São da família das abóboras. Elas são  plantas rasteiras tal qual a melancia, abóbora e pepino. Assim, para artesanato se usam as que têm a casca dura e são ocas por dentro. Assim, o momento de apanhar a cabaça é vital. No caso da colheita fora de hora, ela com certeza irá apodrecer. A cabaça deve estar bem madura, portanto com a ramagem bem seca.
  • Assim, além dos usos como cuias, registram-se vários outros usos, como o medicinal.  Estão presentes num vasto ritual religioso, de matrizes indígenas e africanas.
  • A princípio não se sabe se é uma diferença genética nas sementes que causa o tamanho e a  forma das cabaças. Talvez as diferentes variedades sejam o resultado, por exemplo, de estar exposta à sombra ou ao sol… Afinal, o formato do fruto é muito variável. Apresenta uma gama de cores de frutas que vai do verde até tons de amarelo.
  • Em resumo: para fazer as bailarinas,  é preciso retirar a parte superior das cabaças. Primeiro, se retira a polpa e sementes. Seca-se as mesmas até um ponto ideal. São então revestidas por massa especial, que as prepara para a fase seguinte.  Se acopla os corpinhos. Enfim, se finaliza o objeto e se faz a pintura.